Acer Tridente

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Acer Tridente

Mensagem  luisCunha em Sab Abr 24, 2010 7:34 am

Olá a todos!

Venho então apresentar um dos meus modestos projectos =)

Este exemplar veio de um daqueles “famosos” assaltos ao bonsai, organizados pelo MBS, que tanta controvérsia causaram por aí, quanto à qualidade do material que se podia trazer. Cada vez tenho mais a certeza que quem teve bom olho na altura, conseguiu bons exemplares para trabalhar, não quero dizer com isto, que seja este o caso, pois na altura tinha pouco mais de seis meses nestas andanças e ainda não tinha a sensibilidade que começo a ter agora. Na altura a minha ideia, era conseguir uma base de Acer Tridente, com um tronco já com algum calibre, pouco me importou como se encontrava o resto da árvore quanto ao seu desenho, pois a minha intenção era partir de uma base com alguma qualidade e realizar todo o trabalho de ramificação, já que para mim, muito do prazer que tiro em fazer Bonsai é conseguir construir um exemplar quase do zero…

Esta peça, tinha tudo o que era ramificação muito mal trabalhada, quanto à sua localização e desenvolvimento, como se pode ver nas imagens a seguir.



Uploaded with ImageShack.us


Uploaded with ImageShack.us


Esperei pelo início da Primavera, para realizar o transplante para um “vaso” de treino de dimensões maiores, de maneira a conseguir realizar num futuro próximo um alporque na zona do nebari. Por essa altura eliminei a totalidade da ramificação que existia e reduzi a altura do tronco nuns 15cm. A minha intenção é reduzir ainda mais o tronco, mas vou esperar para ver onde vão surgir os novos ramos, pois pode ser que tenha sorte e nasça algum no local desejado para construir a continuação do tronco, com o movimento que pretendo.

A imagem a seguir, representa o resultado final do trabalho que fiz e a possível futura frente. As linhas a vermelho, foram feitas pelo amigo David, há uns tempos atrás, aquando de uma conversa sobre esta peça. A linha de cima representa onde quero futuramente realizar o corte no tronco e a linha de baixo indica o local onde num futuro próximo penso realizar o alporque para a reestruturação total do nebari.



Uploaded with ImageShack.us

Estou esperançado que a árvore responda com toda a força, pois como todos sabem é uma espécie com muito vigor.

Estou completamente aberto a sugestões e se quiserem contrubuir com algum virtual já sabem !! Very Happy Very Happy

Grande abraço
Luís Cunha

luisCunha

Mensagens : 72
Data de inscrição : 04/11/2009
Idade : 36
Localização : Cascais

http://mokshainbonsai.blogspot.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Acer Tridente

Mensagem  Pedro G C Almeida em Dom Abr 25, 2010 4:29 pm

Olá Luís!

Na altura a minha ideia, era conseguir uma base de Acer Tridente, com um tronco já com algum calibre, pouco me importou como se encontrava o resto da árvore quanto ao seu desenho, pois a minha intenção era partir de uma base com alguma qualidade e realizar todo o trabalho de ramificação

Eu sou grande apreciador da espécie e arrisco dizer que não existe tal coisa como um tridente sem potencial para bonsai. Smile Estas plantas são tremendamente gratificantes pelas suas características, por nos permitirem realizar nelas um sem número de técnicas do bonsai e pela prontidão com que respondem.

Em relação ao teu projecto, acho que o estás a conduzir bem. Tenho, para já, quatro sugestões:

1) vai ser muito difícil fazer o alporque pela linha que assinalas. Acho que o mais provável é não resultar. Os tridentes têm uma tendência muito grande para produzir casca por cima de um anel de alporque. Tipicamente é preciso um anel com altura igual ao dobro ou pelo menos uma vez e meia o diâmetro do tronco e naquele local terás muita dificuldade em fazer isso. Sei que queres aproveitar aquele início do nebari, mas se fizeres o alporque mais acima terás em poucos anos um nebari muito melhor;

2) quando fizeres o alporque e definires a linha superior do anel de casca que vais retirar, lembra-te de fazer o corte da casca não em círculo mas em dente de serra. Isto permite expor mais do dobro do comprimento de câmbio, em comparação com o corte em círculo, e assim terás muito mais raízes e será mais fácil e mais rápido conseguires a fusão dessas raízes;

3) se a tua última foto for a frente escolhida, penso que será melhor inclinares a planta um pouco mais para a direita, isso dará mais dinamisno ao tachiagari. Se decidires inclinar, lembra-te de levar isso em conta quando fizeres o alporque, para que o anel esteja posicionado de acordo com a posição futura e não com a actual. Para além disso, se inclinares penso que é melhor fazeres o corte do tronco ao contrário do que assinalaste na imagem - assim será mais natural continuar a linha do tronco para a esquerda, de maneira a que o topo fique mais por cima do nebari (embora isto não seja a única opção);

4) antes de fazeres o corte, e depois de decidires como o vais fazer, julgo que é boa ideia enxertar dois rebentos. Um deles ficará no topo do corte e será a continuação da linha do tronco (sairá para a esquerda, talvez), o outro ficará na base e será o teu sashi-eda (sairá para a direita). A vantagem deste procedimento é que não deixas ao acaso a selecção dos ramos novos, quando cortares o tronco já tens o futuro da planta assegurado de acordo com o que planeaste. Penso que podes fazer auto enxertos em Junho, se não tiveres plantas para enxertar. Se optares por fazer os enxertos, lembra-te de planear bem os ângulos de saída - aproveita o facto de teres controlo total. Smile

Num número de 2008, salvo erro, da Bonsai Focus saiu um artigo da Kinbon muito interessante sobre reconstruir tridentes aproveitando o tronco de árvores mais modestas - recomendo vivamente! Se não o conheceres avisa que eu procurarei a referência exacta.

Obrigado pela partilha. Vai mostrando a evolução, estou bastante interessado no progresso deste projecto.

Um abraço,
Pedro
avatar
Pedro G C Almeida

Mensagens : 460
Data de inscrição : 27/10/2009
Idade : 38
Localização : Funchal/Madeira

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Acer Tridente

Mensagem  Mario Eusebio em Ter Abr 27, 2010 2:27 am

Viva Luís!

Eu acho que tens tomado decisões importantes na condução deste projecto! A coragem de "virar de pernas para o ar" estas árvores é muito importante, pois é muito fácil cair na tentação de deixar andar e tentar fazer a coisa mais rápida, pois com as folhas e alguma poda o "boneco" até não ficaria muito mal. Mas este tipo de árvores é para ser obervado sobretudo sem folhas e isso obriga a que tudo seja feito em condições.

As propostas do Pedro são pertinentes e acho que deves leva-las em conta, ele tem experiência com a espécie e sabe como reagem.

Infelizmente eu não tenho nenhum tridente, por isso não tenho ideia de como será o padrão de crescimento, mas pelo que ouço e leio são rápidos nas respostas ao cultivo e ás intervenções, por isso deverás ver resultados em breve.

Continuação de bom projecto.

_________________
Cumprimentos

Mário Eusébio

Mario Eusebio

Mensagens : 1076
Data de inscrição : 27/10/2009
Idade : 44
Localização : Porto

http://marioeusebio.blogspot.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Acer Tridente

Mensagem  luisCunha em Qua Abr 28, 2010 9:43 am

Olá a todos!

Pedro obrigado pelo comentário e sugestões!

Quanto a este projecto e a outro tridente que tenho, ainda estou a perceber como é o seu cultivo no meu espaço, pois é uma zona muito ventosa, e como sabemos não será o ambiente ideal para o cultivo de acers, mas vamos ver Smile

Percebo o que dizes quanto ao nebari, mas vendo ao vivo continuo a achar que consigo fazer a reconstrução do nebari com um alporque naquele local indicado pela linha, mais coisa menos coisa... Já vi a fazerem o mesmo e a resultar muito bem, isto claro nas condições ideais (não quer dizer que vá ser este o caso). Quanto ao tipo de corte que aconselhas a fazer na parte superior do anel do alporque, obrigado pela dica, acho que percebo a ideia e a sua utilidade, vou tentar fazer.

Vou estudar melhor essa hipótese que dás de dar uma certa inclinação para a direita, mas não consigo visualizar a imagem que falas com o corte feito ao contrário do que está indicado pela linha...

Pedro quanto aos ramos e enxertos, percebo perfeitamente o que dizes e sei que talvez vá perder um ano, mas sinceramente isso agora pouco me importa, este ano vou me preocupar principalmente na realização do alporque no nebari e vou deixar quase toda a massa verde crescer livremente para que possa ter uma boa resposta no alporque. Até porque estou um pouco apreensivo quanto à resposta da árvore a esta operação de raspagem que foi feita, isto porque até agora ainda não há sinal de nenhum ramo a querer rebentar, e num Acer Tridente isso não será muito normal, acho eu! Very Happy
Mas vou ver, pois até pode ser que este ano ainda consiga realizar alguma coisa mais, ao nível da ramificação, basta para isso também me sentir com conhecimentos para tal, como na realização de enxertos por exemplo...

Pedro quanto ao artigo que falas, não conheço e claro que estou interessado Smile Muito obrigado!

Mário obrigado pelas palavras de incentivo Smile Também sou da opinião, de que em algumas situações, mais vale andar um pouco para trás com os projectos , para que depois possamos avançar de uma maneira mais consistente...

Grande abraço aos dois!

Luís Cunha

luisCunha

Mensagens : 72
Data de inscrição : 04/11/2009
Idade : 36
Localização : Cascais

http://mokshainbonsai.blogspot.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Acer Tridente

Mensagem  Pedro G C Almeida em Qui Maio 06, 2010 4:12 pm

Olá Luís!

vendo ao vivo continuo a achar que consigo fazer a reconstrução do nebari com um alporque naquele local indicado pela linha, mais coisa menos coisa...

É sempre muito difícil ter certezas quando se avalia pelas fotos. Se achas que consegues penso que deves avançar, se não resultar não perdes nada. Smile

Vou estudar melhor essa hipótese que dás de dar uma certa inclinação para a direita, mas não consigo visualizar a imagem que falas com o corte feito ao contrário do que está indicado pela linha...

Bom, eu não tenho jeito nenhum para virtuais, mas aqui vai um simples boneco para tentar clarificar a minha ideia:



Embarassed ...eu sei, está muito mal feito. Dá para perceber a ideia? As linhas a verde indicam o alporque e o corte. O novo topo deve surgir do vértice superior do corte e o sashi-eda do vértice inferior. Se quiseres trazer o topo para cima do nebari terás de alterar o ângulo do corte que assinalaste a vermelho. Claro que a imagem final deve ser muito mais refinada que a do boneco, o topo melhor posicionado, mais arredondado, etc...

Até porque estou um pouco apreensivo quanto à resposta da árvore a esta operação de raspagem que foi feita, isto porque até agora ainda não há sinal de nenhum ramo a querer rebentar, e num Acer Tridente isso não será muito normal, acho eu!

Entretanto já deu sinal de vida? Eu tenho um plantado directamente no solo que só há uma semana começou a acordar...

Quanto aos enxertos: se decidires fazê-los para o ano penso que será melhor posicionares os rebentos que vais enxertar este ano com arame - isto não prejudica em nada o crescimento livre que planeias fazer. Tipicamente, quando os rebentos ficam com 6 pares de folhas já aguentam arame de 1mm de alumínio. Se fizeres curvas suaves não deves ter problema. A propósito, nas primeiras vezes que experimentares fazer isto é normal perderes ramos pela sua base junto ao tronco. Para minimizar este problema fixa bem os arames, nem que seja no interior do substrato ou ao fundo do vaso, e procura não fazer as curvas logo à saída do tronco.

Pedro quanto ao artigo que falas, não conheço e claro que estou interessado Smile Muito obrigado!

A revista é a 2/2008, Março-Abril da Bonsai Focus. Acabei de reler o artigo e é realmente bom. Outra recomendação na mesma linha é o livro do Peter Adams sobre áceres (Bonsai with japanese maples), não sei se já o conheces.

Vai mostrando a evolução, estou a seguir o projecto com muito interesse. Very Happy

Um abraço,
Pedro

_________________
http://koyobonsai.blogspot.com/

The shroud of the dark side falls
avatar
Pedro G C Almeida

Mensagens : 460
Data de inscrição : 27/10/2009
Idade : 38
Localização : Funchal/Madeira

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Acer Tridente

Mensagem  luisCunha em Ter Maio 11, 2010 7:08 am

Olá Pedro, Viva !

Obrigado pela resposta.
Consigo perceber a tua ideia e é uma forte hipotese de desenho futuro com toda a certeza Smile

O exemplar começou só agora a dar sinais de querer rebentar, acho que para isso também tem ajudado este início de Primavera tão incerto!
Quanto aos enxertos só devo mesmo avançar para essa técnica para o ano, mas agradeço pelas tuas dicas importantes quanto à orientação dos ramos, vai ser muito útil Very Happy

Obrigado pelas referências dos artigos e livros que falas!

Grande abraço.
Luís Cunha

luisCunha

Mensagens : 72
Data de inscrição : 04/11/2009
Idade : 36
Localização : Cascais

http://mokshainbonsai.blogspot.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Acer Tridente

Mensagem  luisCunha em Qui Jul 08, 2010 12:50 pm

Olá todos,

Venho fazer uma actualização deste projecto.

Apesar de saber que altura já não será bem a indicada, resolvi por estes dias realizar o alporque na base deste exemplar de maneira a reconstruir o nebari na totalidade. Só agora o fiz, pois depois de ter efectuado a raspagem no tronco no inicio da Primavera, a árvore despertou tarde e então tive que esperar que tivesse alguma massa verde de maneira a puxar raízes
Espero que, com o abrandar do crescimento no Verão não meta em causa o desenvolvimento das raízes.

Deixo aqui umas fotos de todo o processo!

O exemplar antes de iniciar os trabalhos:



O anel do alporque já completo:



Utilizei uma rede para fazer o "recipente" para o solo, de maneira a favorecer a oxigenação das raízes:



Resultado final depois da colocação de musgo esfagno para manter a humidade:



Já sabem que opiniões são sempre bem vindas Wink

Abraço a todos,
Luis Cunha

luisCunha

Mensagens : 72
Data de inscrição : 04/11/2009
Idade : 36
Localização : Cascais

http://mokshainbonsai.blogspot.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Acer Tridente

Mensagem  Rui Fernandes em Qui Jul 08, 2010 1:09 pm

Olá Luís.

Não tendo escolhido a melhor altura para isso por causa do imenso calor que se faz sentir (eu teria preferido esperar por uma altura mais indicada) o mal já está feito. A solução do alporque parece-me a melhor para esta árvore mas se realizada fora de época pode comprometer a sobrevivência da árvore.


Nunca fiz alporques em Áceres mas parece-me que o anel está muito estreito o que pode implicar que a árvore crie uma espécie de ponte formada pelo câmbium e não lançar raízes. No fundo é como se o corte cicatrizasse por si a e árvore não lança raízes. Eu teria feito pelo menos o dobro do diametro que fizeste ou talvez mais.

Espero, no entanto, que a experiência corra bem e que nos possas mostrar no futuro o resultado. Very Happy

Cumprimentos,

_________________
Rui Fernandes
avatar
Rui Fernandes

Mensagens : 296
Data de inscrição : 26/10/2009

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Acer Tridente

Mensagem  luisCunha em Qui Jul 08, 2010 4:04 pm

Olá Rui,

Obrigado pelo comentário!

Ainda bem que não é tudo mau Wink

Como referi, eu sei que não foi a melhor altura para realizar este trabalho, mas como sou um optimista por natureza, acredito que vá resultar! E se não resultar acho que o mais que pode acontecer é o anel que fiz para o alporque fechar, mas não acredito que esteja a meter com isto o exemplar em risco... Estou a contar com o excelente vigor que caracteriza esta espécie.

Quanto ao tamanho/largura do anel, também considero que foi o suficiente, pois já vi esta técnica a ser aplicada da mesma forma e num exemplar com um tamanho muito idêntico a este e resultou muito bem, não quero dizer com isto que vá acontecer o mesmo neste caso, mas lá está, sou um optimista!
Depois de ver alguns trabalhos ao nivel desta técnica de alporque não fico convencido que seja necessário o anel ter o dobro do diametro do tronco, mas futuramente vou ter essa confirmação, ou não =)

Abraço
Luis Cunha

luisCunha

Mensagens : 72
Data de inscrição : 04/11/2009
Idade : 36
Localização : Cascais

http://mokshainbonsai.blogspot.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Acer Tridente

Mensagem  Rui Fernandes em Qui Jul 08, 2010 4:21 pm

Olá Luis.

Nesta altura de crise ainda bem que ainda conseguimos encontrar alguém com tanto optimismo. Laughing

Agora a sério. Claro que nem tudo é mau! Desculpa se passei essa impressão mas apenas me ocorreu falar do processo do alporque pois não ha assim muito mais a dizer para já. Gostei da rede que colocaste Smile

Também gostaria de corrigir a ideia que transmiti erradamente no post de há pouco pois não me referia ao dobro do diametro do tronco. O que quis dizer é que teria feito o anel com o dobro da largura com que fizeste o teu ou um bocadinho mais. Não me expliquei bem. Mas de qualquer das formas tomaste esta decisão em consciência e tens fé que vai resultar por isso nada mais há a dizer. Smile

Vai partilhando conosco a evolução.

Abraço

_________________
Rui Fernandes
avatar
Rui Fernandes

Mensagens : 296
Data de inscrição : 26/10/2009

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Acer Tridente

Mensagem  Mario Eusebio em Sex Jul 09, 2010 3:09 am

Viva Luis!

Eu acho que a altura escolhida não tem assim tanto de mau, como dizes a árvore "acordou" tarde, por isso as folhas amadureceram mais tarde, logo a altura será talvez a ideal para potenciar a criação de raízes. O processo de formação de raízes no alporque funciona com a descida de seiva para armazenamento nas raízes, logo funciona mais depressa quando a planta estabiliza o crescimento de massa verde e se dedica ao armazenamento de energia.

Eu por exemplo vejo muito pouco utilidade, quando vejo alguém fazer um alporque no inicio da Primavera, quando a árvore ainda está sem folhas, nessa altura o movimento de seiva é todo ascendente, para criar crescimento novo, para quê estar a stressar a árvore com um corte que vai ficar ali 1 ou 2 meses sem produzir raízes?

Os únicos reparos que posso fazer, será á eventual pouco grossura do corte, mas que julgo ser suficiente para o caso e este segundo reparo muito mais importante e que poderá influenciar o sucesso mais eficaz do alporque, que consiste na existência de zonas em que o Cambio não foi completamente removido. Se repararem no corte, aquelas zonas mais amareladas são porções de cambio que ficaram ainda no tronco, essas zonas podem facilmente reconstruir pontes de ligação entre os dois extremos do corte.

É muito importante raspar muito bem todo o cambio para evitar recuperações do tecido nessa zona, embora, como disse dado a espécie que é, estou convicto que irá criar raízes sem problema nenhum. Em Setembro já deverás ter raízes visiveis.


_________________
Cumprimentos

Mário Eusébio

Mario Eusebio

Mensagens : 1076
Data de inscrição : 27/10/2009
Idade : 44
Localização : Porto

http://marioeusebio.blogspot.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Acer Tridente

Mensagem  Pedro G C Almeida em Sex Jul 09, 2010 3:22 am

Olá Luís,

Os meus tridentes acordaram entre Março e Maio e ainda não fiz um único alporque. Devo avançar por estes dias e não considero o teu timing inadequado.

O comentário do Mário sobre o câmbio é pertinente, mas o pior que pode acontecer é para o ano repetires o alporque. Não acredito que de alguma forma a sobrevivência desta planta esteja em risco.

Tipicamente, obtenho raízes nos alporques de tridentes em cerca de 3 a 4 semanas, quando são feitos no verão (nunca fiz noutra altura). Numa ocasião, fiz o alporque no início de Agosto num tronco com 8cm de diâmetro e pude separar no final de Agosto - essa árvore está neste fórum: http://bonsai-literati.forumotion.com/projectos-f1/acer-buergerianum-kabudachi-shohin-t105.htm

O vigor dos tridentes é uma coisa tremenda. Vai mostrando a evolução, estou a seguir este tópico com muito interesse.

Um abraço,
Pedro
avatar
Pedro G C Almeida

Mensagens : 460
Data de inscrição : 27/10/2009
Idade : 38
Localização : Funchal/Madeira

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Acer Tridente

Mensagem  luisCunha em Sex Jul 09, 2010 12:20 pm

Olá Mário,

Explicas bem porque tomei a decisão de fazer o alporque agora por esta altura!!

Quanto ao que falas do câmbio não ter sido completamente removido, e agora ao olhar para as fotos, também fico com essa ideia, mas na altura que estava a fazer não reparei nesse pormenor muito importante, mas tenho na memória que raspei ainda um bom bocado e talvez esse amarelado que parece câmbio será também um pouco o amarelecimento natural que fica depois de algum tempo do corte ser feito !!? Talvez ...

Mário obrigado pelo reparo, muito pertinente Wink


Olá Pedro,

Com a tua experiência nesta espécie, fico agradado por também seres da mesma opinião em relação ao alporque nesta altura! É como dizes, o pior que pode acontecer é ter que repetir a operação para o ano que vem...

Espero ter noticias boas em breve, até lá, grande abraço aos dois.


Luis Cunha

luisCunha

Mensagens : 72
Data de inscrição : 04/11/2009
Idade : 36
Localização : Cascais

http://mokshainbonsai.blogspot.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Acer Tridente

Mensagem  Rui Marques em Qui Dez 15, 2011 6:59 am

luisCunha escreveu:
Espero ter noticias boas em breve, até lá, grande abraço aos dois.

Olá Luis,

Já nos consegues dar noticias?
avatar
Rui Marques

Mensagens : 189
Data de inscrição : 08/11/2009
Idade : 37
Localização : Lisboa

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Acer Tridente

Mensagem  Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum