EBA 2010 – New Talent Competition Road to Zurique, por João Pires

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

EBA 2010 – New Talent Competition Road to Zurique, por João Pires

Mensagem  Pedro G C Almeida em Seg Ago 02, 2010 3:34 am

Preâmbulo

Estou a tentar escrever sobre o Novo Talento faz meses e não é não é nada fácil... A simpática sugestão da Administração aqui do Fórum já tem um tempo. Mas, por preguiça ou por vergonha, tenho arranjado para mim próprio as mais variadas desculpas para ir adiando a escrita . Na verdade, sempre que olho para o tema, sinto uma certa dificuldade em perceber a sua utilidade... “Mas porque raio, pode ter algum interesse o meu relato sobre os acontecimentos? Assim à primeira, até vai parecer uma espécie de monologo vaidoso... ”
Voltas e mais voltas para chegar a uma conclusão, uma espécie de compromisso. Vou tentar escrever, pensando que pode ser útil para “quem vem a seguir”. Para aqueles que até pensam que poderiam e gostariam de participar, para aqueles que sentem dúvidas, para todos os que para o ano poderão estar no meu lugar. Para todos.


Do fim para o principio


Zurique, 12 de Junho de 2010. São 7 da manhã e continua a fazer muito calor. Quando se pensa na Suíça, imaginamos montanhas de neve e frio. Mas não, os quase 30ºC são como um despertador adiantado. Salto da cama e começo a preparar as coisas. Tento “fazer” tempo. Ainda faltam duas horas. A impaciência começa. Confirmo as ferramentas e o arame. “Vou mas é a pé!” decido, “para espairecer as ideias”. De mochila às costas percorro os 30 minutos entre o hotel e o local do Congresso – o Museu do Design de Zurique. Conforme vou caminhando, vou revendo o dia anterior.

A primeira sensação é a de choque. Depois vem uma espécie de alegria “pateta”. Esta era a primeira vez que entrava numa exposição internacional. Estar ali a centímetros de distância daquelas árvores, poder observa-las com calma, dos diversos ângulos, espreitar por baixo dos ramos, sentir o “vibrar” do verde, a luz, as sombras, enfim..., faz toda a diferença. É verdade que já conhecia uma boa parte delas de fotografias on-line. Mas ao vivo é outra coisa, o impacto é muito maior.
Depois, as demonstrações. Ver grandes nomes do bonsai a trabalhar. Acompanhar o processo, tentar adivinhar o que lhes vai passando pela cabeça, tentar “ver” o mesmo que eles estão a ver. A sabina estilizada pelo Enrico Savini não me sai da cabeça. A solução é muito engenhosa e o resultado final é duma harmonia exemplar.

Chego ao museu uns minutos antes das 9. Na entrada está pouca gente. “Parece que cheguei cedo...” penso para os meus botões. Sigo a seta que diz “New Talent”. Descontraído, imagino que será mais ou menos como em Portugal. Uma “coisa gira” que acontece assim meio ao lado do evento principal. Malta descontraída, um ou outro curioso que passa, os amigos que espreitam... Não podia estar mais enganado. Na verdade, a entrada do evento estava vazia porque estava toda a gente no Novo Talento! Sala cheia. Concorrentes, júri, juízes, representantes de federações, profissionais, curiosos e amigos. O rebuliço era geral. Descobri mais tarde que nos congressos da EBA este é um dos momentos altos. “Epá! Isto afinal é a sério”.

Passo pelas árvores. Juniperus chinensis var. Itoigawa importados do Japão. “Portugal?” chama o Sr. Reg Bolton, presidente da EBA. “Here!”, pego na folha com o meu nome e procuro um lugar na bancada. Enquanto preparo as ferramentas, relembro o que aprendi da prova de Guimarães.
Concentração. Desligar de tudo o que se passa à nossa volta. “Mind your own business”. És tu e a tua árvore. O resto não interessa.
Decisão. Não dá para enrolar muito tempo à volta das alternativas. Pior do que uma má decisão é decisão nenhuma. Não é preciso ser precipitado... claro que vale a pena olhar com atenção e pensar na melhor das opções. Mas depois, fazer.
Acabado o sorteio a prova começa. Concentro-me e tomo decisões. Já tenho imagem geral da árvore na cabeça. Corto o que não quero. Deixo uma ou outra pequena opção para mais tarde e avanço.

O tempo corre. Por momentos levanto a cabeça. Aqui, é como as vertigens: se tens, não olhes para baixo. Neste caso se não estás confiante do que estás a fazer, não olhes para os outros. No meu caso, não fazia diferença, tinha a prova mais ou menos controlada. Mas foi o erro de alguns dos concorrentes. É que quando se levantava a cabeça percebia-se logo que havia uma série de concorrentes com cara de “isto está a correr bem!” e isto para quem ainda está com dúvidas é fatal.
“One hour to finish” diz um juiz. Esta é a “campainha” que assusta mais. Por esta altura já tem que estar tudo encaminhado. Quem decidiu mal já não pode voltar para trás. Quem não decidiu dificilmente consegue acabar a tempo.

Volto para a árvore. Acabo a aramação para começar a estilização final. Faço o melhor que consigo consigo com o arame de alumínio que era o que tinha levado. Arame de cobre tinha dado jeito, nesta variedade de juniperus faz um acabamento melhor. É tempo de pormenores. Este leque mais aqui, corta uma ponta que sai do desenho, vê de lado, confere as costas... e fim. Está acabado. Está feito.
As três horas passaram. Por um lado, mais pareceram 3 minutos. Fica sempre a sensação que ainda dava para fazer mais qualquer coisa. Por outro, mais parecem 3 dias. É incrível como é que se consegue fazer tanta coisa em tão pouco tempo.


O meio


Manhã de 14 de Novembro de 2010. Sozinho, no carro, percorro a auto-estrada em direcção a Guimarães para participar no Novo Talento do Congresso da Federação Portuguesa de Bonsai a decorrer nessa mesma tarde. Vou contente. Mais ou menos na altura em que comecei a pensar em participar, tive a noticia que iria ser pai e tudo apontava para essa data. Como estas coisas dos nascimentos são “mais dia, menos dia” e só dá mesmo para saber no momento, passei uns meses a pensar no assunto, mas sempre a achar que não iria participar. A Teresa nasceu uns dias antes e nessa manhã, como estava tudo bem, rumei ao norte. Para mim, mesmo não ganhando, conseguir estar presente já era motivo de alegria.

Tento adivinhar o que me espera.
O Novo Talento, é um concurso com a duração de 3 horas, onde os participantes tentam, com o melhor que sabem, conseguir uma primeira imagem de bonsai a partir de um pré-bonsai. Normalmente, as árvores são juniperus. É o género mais apropriado para este tipo de transformação. Por isso convém ter pelo menos uma noção de como se trabalha. De preferência, aprender com quem sabe como faze-lo (eu tive essa sorte).
Normalmente, o lote de árvores é muito uniforme. Ou seja, embora tenha diferenças entre elas, são muito semelhantes. E são sorteadas entre os concorrentes. Por isso, não vale a pena ficar a remoer.... “eu nunca escolheria esta... é só defeitos... nunca será um bonsai de jeito”.... Repito, não vale a pena. É o que saiu no sorteio. Não há nada a fazer.
Depois, vale sempre a pena olhar para o regulamento do concurso (é igual em todos os países e está disponível no site da EBA). É que o resultado final é uma soma dos mais diversos factores e daí é somada uma pontuação. Por isso, limpeza e aramação bem feitas (nem de mais nem de menos), jin’s bem acabados, saída do tronco equilibrada... são pontos que não se perdem na parte técnica. Se tudo isto for bem feito, fica a parte estética para decidir. E aqui, não vale a pena tentar inventar. Nada de forçar a árvore a ir mais do que as suas limitações. Os estilos mais clássicos costumam resultar melhor.
Por fim, existe um ponto onde os participantes costumam “encalhar”. Trata-se de uma prova “para agora” e não a pensar no futuro. “Este ramo vai crescer e ocupar este espaço”.... “Não aramei porque depois é para cortar”... Esta é uma prova com a finalidade de construir uma imagem consistente e “final” da árvore. Não se aplica o processo de construção habitual, dividido no tempo.
Pois bem, a minha tarde desse dia, nos Paços do Duque em Guimarães, foi a tentar levar tudo isto em conta. Posso dizer que, no fim, a primeira sensação foi de frustração... “podia ter feito bem melhor”. Mas, imagino, que seja um sentimento partilhado por todos os concorrentes.
Tentei fazer o meu melhor e no fim veio a surpresa.

O princípio


O princípio desta aventura começou mais ou menos faz agora um ano. Foi por essa altura que senti, pela primeira vez, curiosidade sobre o tema. Mas o princípio prende-se, claro está, com a essência. O que é que me levou a participar e o que é que trago desta experiência. E isso leva-nos a uma análise simples mas mais profunda.
Será que isto é bonsai? A Mariana Costa, que participou comigo em Guimarães levantou e bem essa questão no seu blog. Esta pressão de tentar fazer uma árvore em 3 horas. Este “empurrar” de decisões que poderíamos tomar, com calma, no tempo, nos anos. Esta incógnita de não podermos escolher a árvore que vamos trabalhar...
Pois bem, a Mariana terá uma certa razão. Isto não é o bonsai a que nos acostumámos e que nos vão ensinando. Sai, claramente, de todos os pré-supostos. Contorna, claramente, todas as regras. Mas eu, depois de passar por esta experiência, tenho uma visão um pouco diferente.

Se é verdade que não há bonsai sem as árvores (sou o primeiro a afirmá-lo e já o fiz por várias vezes), também não há bonsai sem o Homem.
Neste último ano vi-me perante dificuldades, esperanças, alegrias, tristezas. Confrontei-me tantas vezes comigo próprio, adaptei-me às novas situações, às novas realidades. Estudei, treinei e sinto que evoluí. Encontrei novos amigos. Encontrei novas maneiras de olhar. Fui “transplantado, podado e aramado”.
Hoje, sou diferente do que era há um ano.
O que sinto, nesta aventura do Novo Talento, é que eu fui o bonsai.
Mesmo que não tivesse ganho em Portugal ou mesmo que tivesse ganho em Zurique. Seria igual. Sempre gratificante.

Espero que na próxima edição a prova esteja repleta de concorrentes. Com tudo para dar, com tudo para aprender. Com tudo para ganhar, sem nada a perder.
Espero que este texto inspire todos os que têm curiosidade de participar no próximo em Dezembro.

Está na altura de começar a pensar nisso.
avatar
Pedro G C Almeida

Mensagens : 460
Data de inscrição : 27/10/2009
Idade : 37
Localização : Funchal/Madeira

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: EBA 2010 – New Talent Competition Road to Zurique, por João Pires

Mensagem  Diogo Constante em Seg Ago 02, 2010 4:18 am

Adorei ler este artigo!
Senti a emoção por detrás. Parabéns, João Pires, pelo percurso percorrido...
Vou tentar escrever, pensando que pode ser útil para “quem vem a seguir”. Para aqueles que até pensam que poderiam e gostariam de participar, para aqueles que sentem dúvidas, para todos os que para o ano poderão estar no meu lugar. Para todos.
Fica aqui o meu obrigado!

Só acho que ficava bem umas fotos das plantas na fase final dos dois concurso. Razz
avatar
Diogo Constante

Mensagens : 49
Data de inscrição : 11/11/2009
Idade : 27
Localização : Leça da Palmeira

http://olhares.aeiou.pt/DiogoC

Voltar ao Topo Ir em baixo

...

Mensagem  David Carvalho em Seg Ago 02, 2010 6:44 am

Olá João,

Gostei do artigo, já tinhamos falado no mesmo e ficou muito fixe Smile
Agora está a começar uma nova fase força com isso Smile

Abraço,
avatar
David Carvalho

Mensagens : 302
Data de inscrição : 09/11/2009
Idade : 36
Localização : Caparica/Portugal

http://itoigawa.wordpress.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: EBA 2010 – New Talent Competition Road to Zurique, por João Pires

Mensagem  Mario Eusebio em Qua Ago 04, 2010 6:05 am

Olá João!

Como é lógico eu já conhecia o artigo Smile fui um dos priveligiados a o ler antes de ser publicado aqui, mas não queria deixar de elogia-lo publicamente á semelhança do que tinha feito em privado, pois é sem dúvida um artigo elucidativo e brilhante sobre o espirito Novo Talento.

Parabéns e muito obrigado por nos dares o privilégio de contar com o teu contributo aqui no fórum!


_________________
Cumprimentos

Mário Eusébio

Mario Eusebio

Mensagens : 1076
Data de inscrição : 27/10/2009
Idade : 43
Localização : Porto

http://marioeusebio.blogspot.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: EBA 2010 – New Talent Competition Road to Zurique, por João Pires

Mensagem  gustavomduarte em Qua Ago 04, 2010 8:31 am

Olá João,

Queria também deixar aqui os meus parabéns pelo texto. Gostei muito de o ler e penso ser concerteza uma boa ajuda para quem irá concorrer neste próximo e nos outros que virão.

Continuação de uma boa caminhada,

Gustavo

gustavomduarte

Mensagens : 8
Data de inscrição : 05/11/2009

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: EBA 2010 – New Talent Competition Road to Zurique, por João Pires

Mensagem  João Pires em Qua Ago 04, 2010 11:00 am

Olá Amigos,

Obrigado pelos comentários Smile É bom ter algum feedback.

O Diogo sugere (escreveste muito pequenino no final da mensagem Wink à primeira não reparei... confundi com uma daquelas assinaturas que o pessoal usa) umas fotos do antes e do depois. É justo Wink. Olha, eu como ainda não consigo trabalhar no bonsai e fotografar ao mesmo tempo (... a concorrente alemã fez isso... como se diz, uma das coisas que distingue os homens das mulheres é a capacidade que estas têm de fazer várias coisas em simultâneo... LOL) não tenho, infelizmente, as fotos que pedes... por isso, peço "emprestadas" as poucas que conheço. Não terão o melhor fundo... algumas têm flash... e as do "antes" são as que consegui encontrar com as árvores o mais próximo do "início"... mas não são o material em bruto.
As 2 primeiras, de Portugal, são do site da Federação Portuguesa de Bonsai. As 2 últimas, da EBA, são da Mariana Costa.
Espero que dê para ter uma ideia Wink

Portugal - Antes:

Portugal - Depois:

EBA - Antes:

EBA - Depois:


Abr.
João Pires

João Pires

Mensagens : 61
Data de inscrição : 11/11/2009

http://joaopires007.blogspot.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: EBA 2010 – New Talent Competition Road to Zurique, por João Pires

Mensagem  Diogo Constante em Qua Ago 04, 2010 11:38 am

Obrigado João pela atenção.
Bom trabalho, gostei bastante!
avatar
Diogo Constante

Mensagens : 49
Data de inscrição : 11/11/2009
Idade : 27
Localização : Leça da Palmeira

http://olhares.aeiou.pt/DiogoC

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: EBA 2010 – New Talent Competition Road to Zurique, por João Pires

Mensagem  Joaquim Gervásio em Qui Ago 05, 2010 4:53 pm

Olá João
excelente artigo.
Dá para sentir a concentração com que eu te vi lá no local, entre os demais concorrentes e fixado na tua arvore.
Realmente parece-me que uma experiencia destas só enriquece quem nela participa, mesmo que se pense que isto não é propriamente bonsai.
De resto convem não esquecer que um dos criterios de avaliação é as possibilidades de sobrevivencia da arvore após a intrevenção.
Quanto a mim penso que deverias ter ficado um pouco melhor classificado ( mas eu sou suspeito pois quando é para os nossos é sempre pouco) e estou convencido que se tivesses arame de cobre terias conseguido ficar nos três primeiros.
Vamos tentar que em dezembro o nosso NT seja, pelo menos, tão bom como tu para fazer tambem boa figura na Alemanha.
Espero que muitos bonsaistas estejam já a preperar-se para dezembro.
Cpmts
avatar
Joaquim Gervásio

Mensagens : 33
Data de inscrição : 10/11/2009

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: EBA 2010 – New Talent Competition Road to Zurique, por João Pires

Mensagem  João Pires em Sex Ago 06, 2010 12:08 pm

Olá Joaquim,

Parece mentira mas já passaram 2 meses... a ver se nos voltamos a encontrar Wink
Foram uns dias cheios de conversas bem engraçadas... hehehehe.
E já agora, obrigado pelo teu apoio e do pessoal da comitiva portuguesa. Foi muito importante ter-vos perto!
É como dizes, seria muito positivo ter muita gente boa a participar no congresso de Dezembro.
Isso é que era!

Abr.
João

João Pires

Mensagens : 61
Data de inscrição : 11/11/2009

http://joaopires007.blogspot.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: EBA 2010 – New Talent Competition Road to Zurique, por João Pires

Mensagem  maria raminhos em Sex Ago 06, 2010 12:44 pm

Olá João,

Realmente escreveste um artigo muito interessante.

Pena é que as tuas palavras não consigam expressar o que se passou em Guimarães e em Zurique, pois só estando "in loco" é que nos conseguimos imbuir do espírito bonsaista que vivemos nesses dias.

Foi agradável partilhar alguns momentos em Zurique e conhecermo-nos melhor.

Bjs


maria raminhos

Mensagens : 17
Data de inscrição : 09/12/2009

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: EBA 2010 – New Talent Competition Road to Zurique, por João Pires

Mensagem  Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum