Juniperus Squamata

Página 2 de 2 Anterior  1, 2

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Re: Juniperus Squamata

Mensagem  bruno lima em Qua Dez 29, 2010 4:00 pm

Viva Joao
Olha Joao eu ando nisto a pouco e nao me que espalhar ja,quanto ao saber o que fazer é para isoo que ando por estas bandas ,para aprender What a Face What a Face quanto ao material aqui da zona há alguma coisa boa e mais ainda menos boa ,mas como estou no inicio as vezes qualquer tarolito serve,mas com o tempo isto passa Arrow Arrow ja agora vou te perguntar uma opiniao sobre esta azalea que vi num horto ,ja que nao consigo meter aqui como novo tópico,ela tem mais ou menos 1metro ,folhas entre 2a 3 mm flor pequenina também agora custa é 49 euros que achas,vale a pena?





Um abraço e obrigado.

bruno lima

Mensagens : 83
Data de inscrição : 26/08/2010
Idade : 36
Localização : alfena

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Juniperus Squamata

Mensagem  João Pires em Qua Dez 29, 2010 4:50 pm

Olá Amigos,

David,
(ou melhor, Sr. David)
Tens razão... Eu é que estou em falta Wink .
O vaso poderia ser algo por aí. Eu tinha dito mais fundo, mas à proporção, vai na volta, nem é preciso. Boa. Juntando a isso o tal tom mais creme... pode resultar muito bem. Agora, onde é que eu encontro isso... lololol... Wink

Bruno,
A azalea não é nada má. Precisa de bastante trabalho, mas isso é que tem piada. Não sei se é o melhor material assim para começares... vai ser preciso muita persistência e paciência, mas bem trabalhada é daqueles casos que podes ir vendo grandes mudanças com o tempo... se gostas disso... Tens sorte que não tens os problemas da água (leia-se calcário) que nós temos aqui no sul. Se vale o preço? Aí é que entra a parte do "coração". Quando olhas, consegues ver qualquer coisa que se pareça a um bonsai? Eu, assim pela foto, consigo. Mas isso sou eu, o mais importante é se tu consegues. Nestas ocasiões, o mais acertado (e isto que vou dizer vai, provavelmente, fazer muita confusão aos donos do viveiro) é voltar ao sítio as vezes que forem precisas até teres a certeza. Por vezes o "primeiro encanto" engana. Mas se voltares e continuares a gostar... então talvez seja de comprar. Dito isto, Shiu!!!!... Não digas a ninguém onde é que viste a árvore até teres a certeza que não a queres. E não comentes no viveiro (mesmo que seja um pouco desconfortável a situação) que é para bonsai. A tendência geral é de os preços subirem ou de a árvore "desaparecer".

Abr.
João Pires

João Pires

Mensagens : 61
Data de inscrição : 11/11/2009

http://joaopires007.blogspot.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Juniperus Squamata

Mensagem  Pedro G C Almeida em Qua Dez 29, 2010 5:38 pm

Olá Pessoal!

Como isto está animado! Muita gente a participar, cada um a dizer o que pensa de forma construtiva e contribuindo para uma discussão saudável. Obrigado a todos! Smile

É muito interessante conhecer a forma como cada um aborda o bonsai. Dizemos todos mais ou menos o mesmo, mas cada um equilibra o seu bonsai-do de maneira diferente. Desta diversidade só coisas boas podem resultar. Smile Aproveito para partilhar a minha receita. Smile Por limitações/desconhecimento das espécies do local onde vivo (temos uma floresta endémica, nada de oleas, sobreiros, juniperos... muitas urzes, muitas uveiras, algumas murtas, muito poucos pinheiros silvestres, muito poucas faias, etc...), apenas recentemente comecei a apostar em yamadori. A minha aposta tem sido em material de viveiro, em material cultivado e mais ou menos em bruto, e mais recentemente em material yamadori não recolhido por mim e algumas árvores (poucas!) já com pouco trabalho a fazer importadas do Japão. 80% shohin, o resto chuhin.

Nuno, concordo com tudo o que disseste. Acho que as questões da uniformidade da casca e qualidade do nebari que mencionaste são particularmente relevantes.

Nelson, percebo o teu ponto de vista. Realmente não há nada como fazer tudo com as próprias mãos. Eu, como sou um gajo impaciente e algo isolado no meio do atlântico sem ver muitas árvores de outras pessoas, gosto de ter algumas peças que sirvam de... farol, usando um termo do João. Wink Aprende-se imenso analisando em pormenor trabalhos bem feitos (muitas vezes me disse isto Oyakata). Quanto à questão do tempo, o João antecipou-se. Taisho-en é realmente a prova viva de que não é preciso esperar muito tempo. Nas espécies mais lentas, como os pinheiros, 20 anos são mais do que suficientes para se ter um resultado bom, independentemente do tamanho. Claro, a técnica tem de ser adequada e a criatividade também... mas se todos os anos semearmos muitas sementes, há muitas oportunidades de corrigir erros. (Eu este ano vou semear cerca de 600 sementes de pinheiros - entre kuromatsu, akamatsu e silvestre-matsu - de certa forma para compensar o que perdi em Fevereiro, na altura da tempestade.) Se falarmos de áceres, tridente em particular... em 10 anos temos já algo muito apresentável, quer se comece de estaca ou de alporque. O ideal é ter um a crescer no jardim e todos os anos ir lá buscar uns quantos alporques... Wink Se fores ao yamadori, normalmente as árvores não são tão vigorosas e acabas por demorar o mesmo tempo que no cultivo. Penso que é neste sentido que não há atalhos, embora reconheça que a natureza é capaz de fazer um trabalho em alguns casos bem melhor que qualquer cultivador experiente (mas estas árvores não se encontram com frequência, não é só ir ao monte e tirar à sorte...).

Bruno, queria apenas acrescentar uma coisa ao que te disse o João. Aproveita a experiência das pessoas do clube. Algumas delas são expert em yamadori. Planeia tudo bem, desde vasos e substratos até localização do material na tua casa e faz planos para a recuperação... senão não vale a pena, estás a perder o teu tempo e a sacrificar plantas sem necessidade. Wink

David, essa Odoriko é fantástica! (A propósito, sabias que as Odoriko foram as antecessoras das geishas durante o Heian-jidai, entre 794 e 1185? Ainda Afonso Henriques não tinha dado os alegados tabefes na mãe e Portugal e a crise - que a meu ver começou em 1143 - não tinham nascido! Curiosa a escolha do nome por Oyakata. Acho o significado muito profundo e revelador de extrema sensibilidade, algo que quem o conhece não estranha.)

João, gostei de ver esse pequeno goyomatsu de Taisho-en. Este ano ainda havia 400? Lol, no ano passado fiquei com a sensação de que os tinha despachado a todos... foram dúzias de caixotes que Oyakata me fez ir buscar lá atrás, um atrás do outro e sempre haiyaku, haiyaku, haiyaku! Smile Gostei das palavras do Jarek, ele realmente tem razão. Obrigado pela partilha. Wink Em relação ao vaso, penso que o catálogo Tokoname deve ter vários candidatos... dá lá uma olhadela, que eu amanhã farei o mesmo. Se encontrar algo que me pareça bem publico aqui. Wink

Abraços,
Pedro

_________________
http://koyobonsai.blogspot.com/

The shroud of the dark side falls
avatar
Pedro G C Almeida

Mensagens : 460
Data de inscrição : 27/10/2009
Idade : 37
Localização : Funchal/Madeira

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Juniperus Squamata

Mensagem  Fernando Bernardino em Qui Dez 30, 2010 2:51 am

Bom dia a todos,
Antes de mais gostaria de felicitar o amigo Joao Pires pelo trabalho que tem realizado num material a partida, muito dificil, e que no meu entender }muito limitado} devido a inexperiencia eu nunca teria tentado trabalhar. Quanto a polemica levantada no que toca a Yamadori, Viveiros ou sementinhas, eu acho que e tudo uma questao de opinioes e oportunidade, eu por exemplo vivo numa area em que abundam os excelentes exemplos de material fustigado pelos elementos ao longo de muitissimas dezenas de anos e a viver em terrenos que ja tem projectos de construcao aprovados, o que me leva a pensar que sendo afortunado de conhecer os proprietarios e sabendo qual sera o destino destas plantas dentro de um curto espaco de tempo me sinto na obrigacao de tentar salvar tudo aquilo que me for permitido e no qual veja potencial, nao e uma coisa que recomende a gente sem experiencia no cultivo e manutencao de plantas a nivel geral, ja que a minha inexperiencia se prende mais com estilizacao e desenho que com jardinagem em geral vou adquirindo plantas por yamadori que de momento me sinto satisfeito em manter vivas e vigorosas para mais tarde trabalhar ou trocar por especies diferentes que por aqui nao consigo encontrar, a medida que o tempo vai passando e me for sentindo mais seguro quanto aos melhores caminhos a seguir irei entao comessar muito devagar a transformar o material que tenho, no entanto, nem so de Yamadori vive o meu jardim, nas minhas inumeras vizitas a viveiros aqui da zona, la vou adquirindo alguns especimes que me agradem e nos quais veja potencial bonsai no futuro. Resumindo e concluindo, a meu ver tudo tem um lugar nesta arte se pensarmos com moderacao , tolerancia, sem radicalismos e com espirito de entreajuda, esta e uma arte que necessita de se desenvolver neste pais e a meu ver isso nao sera alcancado com elitismos e exclusao dos que pensao de forma ligeiramente diferente ou talvez menos madura no que respeita a esta arte praticada por todos nos.
Abracos, e feliz ano novo para todos. cheers cheers

Fernando Bernardino

Mensagens : 147
Data de inscrição : 03/10/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Juniperus Squamata

Mensagem  Mario Eusebio em Qui Dez 30, 2010 3:39 am

Viva !

Fantástica discussão nasceu aqui!

O João fez uma menção extraordinariamente importante! Eu sou um "Viciado" no yamadori, não quero com isto dizer que vou fazer yamadori e trago 20 árvores! Quem me conhece e quem comigo já teve o prazer de vir fazer um desses meus "tours" sabe o que implica e significa para mim o yamadori! Não são raras as vezes que faço 600 ou mais kms e acabo por vir de mãos a abanar sem uma única árvore, precisamente porque não encontro nada que se encaixe nos padrões que procuro! Lembro-me em concreto duma viagem em que fiz 960 kms por estradas de montanha (fora de Portugal), não almocei nesse dia e acabei ao fim de 14 horas de viagem por não trazer uma única árvore Very Happy ! Não me arrependi nem um segundo, as paisagens que vi e a inspiração que recolhi nelas valeu bem cada km!

Isto para dizer, que o yamadori, não é propriamente ir ali á mata do lado e pegar na primeira vara que se encontra!

Escusado será dizer que os $$$ investidos para uma boa prática, se os somarmos todos, entre combustivel, refeições, portagens e demais...darião para comprar algumas boas árvores, sem grandes chatices, MAS, como já disse noutro post, o Yamadori é em si uma arte dentro do mundo do Bonsai.

Por isso não me choca nada os preços pedidos por alguns vendedores de yamadori! Eu recordo-me em conversa com o Baleato, dele dizer que pelas contas deles, cada sabina tinha de custos "adminitrativos" em média de 300 EUR, hora se para eles custa isso é bem natural que á venda fiquem bem mais caras, afinal nem toda a gente investe o tempo, dinheiro e saúde para andar aí feito "tolo" de alvião na mão a dar cabo do costado! Porque deixem que lhes diga sinceramente, para conseguir bom material, ás vezes chegamos a por em risco a própria vida, andando pendurados em penhascos, falésias, levando com pedras em cima, chegando a perder horas de volta duma única árvore, ás vezes de despero parecendo um filme de terror Laughing !

Eu tenho vendido alguns Yamadori, principalmente para me aliviar algum espaço que já é pouco e posso dizer que os valores que peço pelas árvore não cobre os custos que tive com elas.

O João mencionou a frase do Jarek e eu junto-me ao coro, nada melhor para descrever o caminho no Bonsai, além da questão técnica a questão do coração e da paixão que é necessária nutrir para evoluir! Vejo com frequência pessoas virem com a "pica toda" fazer bonsai e depois ao fim de algum tempo já estão a coleccionar calendários ou maços de tabaco, porque simplesmente essas pessoas não encontraram ainda "o caminho", não alimentaram a paixão, vieram parar ao bonsai porque "precisavam" dum hobby, duma coisa "cool" e RECONHECIDA pelos outros. Mostram os seus "troféus" como sendo uma grande coisa, mas quando alguém lhes diz que aquilo não está correcto, em vez de aproveitarem para melhorar e reconhecerem que estão errados, optam por partir para outra ou passam a vida a jurar a pés juntos que "os outros" não percebem nada do assunto e eles é que estão certos!

Eu, apesar desta grande paixão pelo yamadori, estou totalmente aberto a todas as formas de fazer bonsai e comparativamente tenho muitos mais projectos em cultivo, desde sementes a estacas e árvores de viveiro. Estou firmemente apostado, nestas outras formas, precisamente pelos motivos apresentados pelo João e Pedro, é uma excelente forma de conseguir bom material rapidamente, com a vantagem de podermos, eliminar alguns dos defeitos que os Yamadori normalmente têm. Com o cultivo adequado é incrivel os resultados que se conseguem obter em poucos anos como já referiram!

Resumindo este longo testamento, o importante a meu ver não é a origem do material, mas sim a nossa noção do caminho a seguir em cada uma das árvores que temos!

Voltando á arvore, João, se calhar neste caso, para conseguir jogar com o ângulo de plantação, "disfarçando" um pouco a questão da simetria dos troncos, optaria por uma vaso "crescente", que permitiria colocares o nebari numa posição mais alta dentro do angulo interior do vaso.

Tipo este excelente exemplo de silvestre do museu de Alcobendas (Rodrigo, desculpa o uso da foto Smile)

http://img203.imageshack.us/i/luisvallejopinussylvest.jpg/



_________________
Cumprimentos

Mário Eusébio

Mario Eusebio

Mensagens : 1076
Data de inscrição : 27/10/2009
Idade : 43
Localização : Porto

http://marioeusebio.blogspot.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Juniperus Squamata

Mensagem  luisCunha em Qui Dez 30, 2010 6:09 am

Olá a todos!

Interessante toda esta troca de opiniões Smile Ainda bem que nem todos gostamos de amarelo!!

Na minha humilde e inexperiente opinião, o importante é que podemos e devemos utilizar e trabalhar um pouco de todas as vertentes, se elas existem porque não explorá-las!! Mas para isso, como em tudo na vida, é bom sermos coerentes com o que dizemos em relação ao que fazemos, porque isso, pelo que vou vendo é que nem sempre acontece...

Quanto ao exemplar do tópico! João, muito bom o trabalho conseguido, tendo em conta o material e o tempo que o projecto tem, um nível técnico muito elevado, como já nos começas a habituar Smile Também faço parte do grupo, que gostava daquele ramo do lado esquerdo mais comprido, mas percebo perfeitamente a tua explicação e melhor que ninguém conheces a árvore... Realmente o Teimoso tem levado a melhor Laughing

Boa continuação Very Happy

Abraço

luisCunha

Mensagens : 72
Data de inscrição : 04/11/2009
Idade : 35
Localização : Cascais

http://mokshainbonsai.blogspot.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Juniperus Squamata

Mensagem  João Pires em Qui Dez 30, 2010 3:49 pm

Olá Amigos,

Fernando e Luis,
Bem-vindos à "bagunça" (... mas da boa, claro!... antes fosse assim mais vezes...hehehe) em que se tornou este tópico Wink .
Obrigado pelos comentários!

Mário,
Não resisto a perguntar... mas que raio é um alvião?... ainda no outro dia em Setúbal vos ouvi com essa conversa... alvião para cá... alvião para lá... vamos ali comprar um alvião... Provavelmente, até é uma ferramenta que eu tenho mas chamo-lhe outro nome... Mas alvião é um nome muito mais bonito... hehehe.

Boas entradas a todos!
Abr.
João Pires

João Pires

Mensagens : 61
Data de inscrição : 11/11/2009

http://joaopires007.blogspot.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Juniperus Squamata

Mensagem  Mario Eusebio em Qui Dez 30, 2010 4:03 pm

Viva!

LOL Alvião é como uma pica de trolha mas com um machado num dos lados! Tipo esta foto

http://www.bricodap.com/contents/media/l_VI3070.jpg

É uma ferramenta "heavy duty" para "esburacar" e cortar tudo o que aparece á frente!



Última edição por Mario Eusebio em Sex Dez 31, 2010 8:51 am, editado 1 vez(es)

_________________
Cumprimentos

Mário Eusébio

Mario Eusebio

Mensagens : 1076
Data de inscrição : 27/10/2009
Idade : 43
Localização : Porto

http://marioeusebio.blogspot.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Juniperus Squamata

Mensagem  joão sampaio em Qui Dez 30, 2010 4:06 pm

João,

Aqui (no norte) chamamos alvião a isto:

http://img502.imageshack.us/img502/9523/19432252.jpg

É diferente da picareta (pica) que é bem mais pequena, a parte metálica do alvião tem cerca de 50cm de comprimento . Não confundir com aluvião, denominação dada em tempos pelo Meruje Smile (Grande abraço Márcio).

O meu já está alí na mochila juntamente com o pé-de-cabra e o resto da tralha...nada como acabar o ano a fazer yamadori com amigos.

Boas entradas para todos,

João Sampaio
http://sacodeakadama.blogspot.com/


Última edição por joão sampaio em Qui Dez 30, 2010 4:11 pm, editado 1 vez(es)

joão sampaio

Mensagens : 17
Data de inscrição : 24/09/2010

http://sacodeakadama.blogspot.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Juniperus Squamata

Mensagem  João Pires em Qui Dez 30, 2010 4:45 pm

Olá João,

Obrigado pela resposta Wink
Afinal também já tenho um alvião mas dava-lhe outro nome... hehehe... mas alvião é bem melhor.
Também já está na mochila... Wink

Boas entradas
Abr.
João Pires

João Pires

Mensagens : 61
Data de inscrição : 11/11/2009

http://joaopires007.blogspot.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Juniperus Squamata

Mensagem  Márcio Meruje em Seg Jan 03, 2011 6:22 am




João Pires,

Parabéns pelo projecto . Acho que o trabalho que tens desenvolvido só favoreceu a árvore . Quando estiver com um vaso as coisas vão ficar ainda melhor.


João Sampaio,
Elah... Essa denominação ficou famosa ! Chame-se lá o que for, não se pode é passar sem ele ! Wink


Abraço,
avatar
Márcio Meruje

Mensagens : 124
Data de inscrição : 12/11/2009
Localização : Covilhã, Portugal

http://www.kenshobonsaistudio.wordpress.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Juniperus Squamata

Mensagem  João Pires em Seg Jan 03, 2011 9:25 am

Olá Márcio,
Obrigado pelas palavras Smile
... e uma sugestão para o "vasito"? Vias alguma coisa de diferente, ou é na linha do que já foi alvitrado?

Abr.
João Pires

João Pires

Mensagens : 61
Data de inscrição : 11/11/2009

http://joaopires007.blogspot.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Juniperus Squamata

Mensagem  Márcio Meruje em Seg Jan 03, 2011 10:23 am

Olá João (desaparecido!),

Gostei das sugestões dadas - redondo, cor bege (a contrastar com a folhagem azulada...) não optaria pelo crescente até porque estás a construir uma árvore muito "clássica" Wink

Agora é mesmo como tu dizes : onde encontrar! Nestes tamanhos mais pequenos um vaso melhorzinho nem sempre é fácil de arranjar. Tens sempre a tokoname e como é pequeno os portes são capaz de sair em conta Wink


Abraço,
avatar
Márcio Meruje

Mensagens : 124
Data de inscrição : 12/11/2009
Localização : Covilhã, Portugal

http://www.kenshobonsaistudio.wordpress.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Juniperus Squamata

Mensagem  João Pires em Seg Jan 03, 2011 2:55 pm

Olá Amigos,

...pois o vaso... Não sendo o mais importante, tem um papel fundamental num bonsai... daí o nome (árvore num vaso, ou bandeja se quisermos ser mais rigorosos com a tradução). A pensar nisso e pegando nas várias sugestões que foram lançadas, fiz aqui uns virtuais (nada de muito rigoroso.. Wink é só para dar uma ideia). Uma espécie de "exercício" da diferença que pode fazer um vaso na imagem de um bonsai. Escusado será relembrar que a árvore da imagem está longe de estar acabada e por isso este "exercício" não é mais do que isso. Tudo pode mudar de futuro... lol.

Primeiro a kurama sugerida pelo Mário. Pode ser uma solução. Normalmente, utiliza-se mais, como o próprio Mário disse para "esconder" qualquer coisa. É quase como que um "truque de vista". Ou então, usa-se para árvores muito especificas (como é o pinheiro do exemplo). Ou então, usa-se porque se "grama" e pronto... hehehe. Mas o problema deste tipo de vaso é que rouba sempre a atenção à arvore. Depois, é sempre uma solução mais "livre" e como disse o Márcio o desenho caminha num sentido mais clássico (se é que isso existe...Wink )... ou, dizendo de outra forma, dentro dos princípios dos estilos mais formais. A árvore, ligeiramente deitada para a esquerda, parece voltar a ganhar o tal "balanço" que agradou a alguns no desenho de 2009. Ainda assim, acho que não é preciso recorrer a esta solução para conseguir isso, mas aqui fica a imagem:


Depois também se falou dum Tokoname. O Pedro, o Bruno e o Márcio (acho que não me estou a esquecer de ninguém... javascript:emoticonp('Embarassed') .
Redondo e creme sem ser mesmo um "semi-cascata". Creme não temos, mas deixo 2 exemplos que encontrei.
O primeiro, um vaso redondo terracota com um tom alaranjado (tipo tijolo). O diâmetro é de 19cm. Provavelmente, será mais ou menos esta a proporção que vou adoptar nesta fase. Já é bastante mais pequeno que o actual, mas suficientemente grande para conseguir o trabalho planeado... enfim, ainda preciso que a árvore cresça um bom bocado para fazer o tal trabalho dos sharis e da profundidade. A forma é simples (com alguns pormenores nos pés) e "abre" na "boca do vaso", dando a sensação que todo o conjunto se eleva no ar:


O segundo, é um vaso com as mesmas medidas e com uma cor ligeiramente mais avermelhada. A forma é mais redonda e bojuda e a "boca" desta vez fecha. Todo o conjunto dá a sensação de ficar mais horizontal e compacto:


Depois... e se o nosso primeiro vaso fosse de facto creme? Seria fantástico... A composição fica muito mais tranquila e equilibrada sem perder em altura. O jogo das cores beneficia a árvore em detrimento do vaso:


E por fim, imaginemos que saltávamos algumas etapas e que este vaso existia mesmo. E se reduzíssemos o tamanho. para os 13/14cm. A diferença é abismal. O tal balanço para a esquerda volta. O tronco principal volta a dar a sensação de se precipitar sobre o secundário. Os patamares respiram. Enfim... Muito vou ter eu que procurar...LOL...Wink :


Abr.
João Pires

João Pires

Mensagens : 61
Data de inscrição : 11/11/2009

http://joaopires007.blogspot.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Juniperus Squamata

Mensagem  Mario Eusebio em Ter Jan 04, 2011 2:01 am

Viva João!

Excelente exercicio técnico! Parabéns!

Eu pessoalmente, a composição que me agrada mais será a última! É a meu ver a que melhor "casa" a árvore e vaso!

Como é obvio gosto do vaso crescente, embora eu preferisse mesmo uma "moonstone" com formato mais aberto, não tão pesada, mas a meu ver para se optar por esta solução, terias que marcar mais o movimento para a esquerda, i.e., deveria ter o patamar da direita muito mais curto, talvez pela metade, para não entrar tanto na direita e alongaria um pouco a massa verde no tronco da esquerda. "Raptei" Smile a tua foto e fiz umas alterações rápidas sobre o que expliquei.



Em termos de vasos clássicos eu também gosto muito deste http://www.tokoname.or.jp/bonsai/minipot/109f34.htm para a árvore, gosto mais do contraste escuro com a folhagem mais clara!

Prefiro também os vasos com rebordo para fora ou sem rebordo, os vasos com rebordo para dentro "afundam" um pouco a planta e prejudicam visualmente o nebari. Eu acho que os rebordos virados para dentro são usados mais em árvores onde é pretendido equilibrar (reduzir) o peso visual do Nebari e/ou tronco.


_________________
Cumprimentos

Mário Eusébio

Mario Eusebio

Mensagens : 1076
Data de inscrição : 27/10/2009
Idade : 43
Localização : Porto

http://marioeusebio.blogspot.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Juniperus Squamata

Mensagem  Pedro G C Almeida em Qua Jan 05, 2011 2:52 am

Bom, este tópico está cada vez melhor! Smile

João, esse texto com os vasos e virtuais está excelente! Smile Obrigado por partilhares.

Bom, o que me agrada mais é o vaso da última foto, mas não sou muito fã da cor creme. O vaso que o Mário sugeriu penso que é também uma óptima opção.

Quando chegar a altura penso que não terás dificuldade em encontrar vaso. Mesmo que o catálogo tokoname não tenha, podes sempre encomendar a algum ceramista um vaso à medida. Smile

Abraços,
Pedro

_________________
http://koyobonsai.blogspot.com/

The shroud of the dark side falls
avatar
Pedro G C Almeida

Mensagens : 460
Data de inscrição : 27/10/2009
Idade : 37
Localização : Funchal/Madeira

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Juniperus Squamata

Mensagem  Miguel Costa em Qua Jan 05, 2011 3:58 am

O vaso que me parece mais adequado é o 2º, porque conforme lhe dá mais peso, penso que acrescenta mais idade, e o carácter de uma árvore estabelecida há muito tempo no terreno.

Abraço

Miguel Costa

Mensagens : 76
Data de inscrição : 01/03/2010
Idade : 28
Localização : Tavira

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Juniperus Squamata

Mensagem  Pedro Nascimento em Qua Jan 05, 2011 4:50 am

Boas*
eu também gosto mais do vaso apresentado na ultima foto alien
abrçs...
avatar
Pedro Nascimento

Mensagens : 323
Data de inscrição : 08/11/2009
Idade : 39
Localização : Póvoa de Santa Iria/Portugal

http://pedrosaikoi.blogspot.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Juniperus Squamata

Mensagem  Fernando Bernardino em Qua Jan 05, 2011 5:15 am

Bom dia,
eu tambem gosto muito do conjunto na ultima foto, mas sentirmeia mais inclinado por um vaso escuro como o que o Mário mostrou, a kurama no meu humilde ponto de vista não fica assim tão bem Very Happy

Fernando Bernardino

Mensagens : 147
Data de inscrição : 03/10/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Juniperus Squamata

Mensagem  João Pires em Qua Jan 05, 2011 6:00 am

Olá Amigos,

Miguel e Pedro,
Bem-vindos ao tópico da "bagunça"... lol. Obrigado pelos pontos de vista Wink

Mário Pedro e Fernando,

OK, percebo o ponto do vaso mais escuro. É uma possibilidade. Mas já agora e sem querer tornar o tópico numa "tese" de semiótica ou coisa do género, deixem-me lá continuar o exercício e aprofundar a questão da cor (Isto sem certezas de nada, como já disse tudo pode mudar no futuro...Wink ).
Pois bem, mais escuro. No exemplo trazido pelo Mário, temos uma forma semelhante mas, desta feita, num vermelho vibrante mais escuro. É aqui que entra a questão da luminosidade das cores. E o problema não está tanto no vaso, mas sim no tal tom azulado das agulhas. Passo a explicar.... as cores têm de facto "brilhos" diferentes. Umas são menos vibrantes (como os castanhos e os cinzas dos troncos das árvores) outras mais (como os verdes das agulhas de algumas coníferas ou os rosas das flores das azaleas) e o verde azulado das agulhas deste juniperus está, diria eu, na categoria das mesmemesmomuito vibrantes (ou luminosas se preferirem). Nessa mesma categoria, estão alguns vermelhos e laranjas (como é o caso do vaso onde ela se encontra neste momento). Pois neste caso, as duas cores juntas, fazem "vibração" a mais. Uma boa maneira de perceber isso, é tentar fotografar a árvore com uma luz normal, num fundo neutro e com a máquina no automático... é muito difícil. Os obturadores das máquinas no automático não aguentam tanta "confusão" e têm alguma dificuldade em fazer o trabalho bem feito (certamente que isto já vos aconteceu... há certas "coisas" que parece que não querem sair bem na foto... lol). Eu, por exemplo, nunca consegui tirar uma foto de jeito a esta composição sem usar alguns "truques" para compensar.
Voltando então à hipótese do mais escuro. Nesta caso, uma boa opção seria ir, por esta lógica, para um tom menos vibrante. Por exemplo em castanho "mud"... tipo cor de lama, vá... lol.

Ou então, se quiséssemos mesmo ir para um vermelho mais escuro (como o do exemplo... que é bem bonito diga-se de passagem Wink ) o ideal era encontrar um vaso que tenha no pigmento da massa ou na patina algo que atenue um pouco a luminosidade. Por vezes são zonas mais pigmentadas de preto... O do exemplo até tem um pouco desse efeito, mas com este verde azulado, funcionaria melhor se fosse ao contrário... quase negro com zonas mais avermelhadas... mais ou menos assim (desculpem lá não por o outro vaso no virtual, mas dá mais trabalho e eu sou um bocado preguiçoso... lol... e assim até podemos comparar as diferentes cores no mesmo exemplo):


Abr.
João Pires

João Pires

Mensagens : 61
Data de inscrição : 11/11/2009

http://joaopires007.blogspot.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Juniperus Squamata

Mensagem  Mario Eusebio em Qua Jan 05, 2011 6:48 am

Viva João!

Contra factos não há argumentos Smile! Eu já me tinha apercebido desse facto que referes nas fotos...mas pensei que fosse mesmo falta de jeito meu!

A gama de cores e a sua interecção/contraste é muito importante!


_________________
Cumprimentos

Mário Eusébio

Mario Eusebio

Mensagens : 1076
Data de inscrição : 27/10/2009
Idade : 43
Localização : Porto

http://marioeusebio.blogspot.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Juniperus Squamata

Mensagem  João Pires em Ter Jun 28, 2011 3:05 pm

Olá amigos,
Aqui fica uma actualização deste projecto.
Os planos seguiram mais ou menos como previsto... excepto o transplante que teve que ser adiado. No fim do ano Outono passado, a árvore sofreu um ataque de aranhiço vermelho... infelizmente só me apercebi quando os estragos já estavam feitos Sad por isso foi fazer o tratamento possível e deixar que a Primavera trouxesse nova rebentação. E foi o que aconteceu Smile
A massa verde foi deixada crescer livremente até agora e o trabalho de veias vivas foi começado (na foto não dá para ver grande coisa mas pronto... LOL). Assim, foi possível eliminar alguns ramos que já estavam a mais e começar a definir melhor os volumes/espaços vazios. Fruto do exercício com os vasos que fizemos aqui no tópico, decidi deixar que o conjunto ganhar mais em altura... estava a ficar de facto muito "atarracado". Assim parece-me ganhar mais elegância e leveza. Depois, foi voltar a aramar tudo (desta vez com cobre... hehehe... já tinha saudades Wink ) e pôr no sítio.
Aqui fica a imagem (peço desculpa pelos trevositos no vaso... só agora é que reparei... não volta a acontecer... LOL):


Abr.
João Pires

João Pires

Mensagens : 61
Data de inscrição : 11/11/2009

http://joaopires007.blogspot.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Juniperus Squamata

Mensagem  Mario Eusebio em Qua Jul 13, 2011 7:07 am

Viva João!

Tinha-me passado o teu post!

Eu tenho uma "guerra" com o aranhiço, mas sobretudo nas folhosas, nas coniferas não tenho tido grandes ataques, mas estes pequenos têm um periodo de incubação muito curto e é preciso andar sempre a repetir tratamentos até eliminar de vez.

Em relação ao teu Juniperus, eu talvez cortasse o ramo em cascata ou arranjasse uma forma de dar-lhe algum movimento, assim fica um pouco monótono, mas compreendo a dificuldade em resolver esse problema Rolling Eyes .

Se inclinar um pouco mais para a esquerda não resultará melhor?

Não tens perdão é pelos trevositos Laughing !

Continuação de bom projecto!

_________________
Cumprimentos

Mário Eusébio

Mario Eusebio

Mensagens : 1076
Data de inscrição : 27/10/2009
Idade : 43
Localização : Porto

http://marioeusebio.blogspot.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Juniperus Squamata

Mensagem  João Pires em Ter Ago 02, 2011 1:01 pm

Olá Mário,

Essa é a grande duvida... lol... Para já, o ramo vai ficando Wink Como dizia o David, um destes dias quando esteve por cá, parece fazer sentido tirar, mas por outro lado, ficava mais "normal".
Vou "aguentar o alicate" mais um pouco...lol... Vamos ver como é que resulta o trabalho das veias vivas Wink
Abr.
João Pires

João Pires

Mensagens : 61
Data de inscrição : 11/11/2009

http://joaopires007.blogspot.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Juniperus Squamata

Mensagem  Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 2 de 2 Anterior  1, 2

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum